Trabalho por turnos

As sociedades modernas e ditas “normais” não podem acabar com  os trabalhos noturnos.

Mas, por outro lado esta normalidade só é possível transformando em “anormais” as vidas dos trabalhadores por turno.

O ser humano está como que programado para dormir de noite.

Contudo qualquer trabalhador por turnos, sejam, entre muitos outros, motoristas, médicos ou engenheiros são, na maioria dos casos, sujeitos a um regime de sono que contraria a natureza..

 Importante saber que o ser humano  tem um relógio biológico

Este funciona através de um conjunto de centros cerebrais que reduzem ou aumentam determinadas substâncias. Estas substancias regulam múltiplas ações do corpo humano entre as quais o adormecer o sono e o despertar.

Variando de pessoa para pessoa e idade após cerca de 16 horas de vigília surge a sonolência, seguida do sono de cerca de 8 horas.  Mas infelizmente, nem sempre a sociedade dá a devida importância às possíveis consequências da alteração forçada do “relógio biológico”

Importante saber que existe varias patologias cuja incidência esta significativamente aumentada nos trabalhadores noturnos.

Assim. aumento da probabilidade de vir a sofrer de problemas cardíacos, AVC, hipertensão e mesmo cancro.

De realçar que o trabalhador noturno consegue, em média, dormir pós turno 4 a 5 horas, mesmo quando se força a ficar na cama as 8 horas. Consequentemente há um roubo das horas de sono.

 O trabalhador noturno deve utilizar um programa de sono que se assemelhe ao seu relógio biológico.

Por isso esse programa iniciar cerca 9 horas antes de ir trabalhar, assemelhando-se ao ciclo mais usual jantar, dormir tomar banho ir trabalhar.

Assim 9 hora antes do turno da noite deverá fazer pequena refeição , dormir 8 horas, tomar banho e ir trabalhar.

De realçar o facto de este programa levar a um sono de melhor qualidade e quantidade, mais 2 horas.

É importante que o trabalhador respeite não só o sono, mas também os horários para iniciar o mesmo.

Nunca esquecer que o  sono, mesmo o diurno, deve ter quantidade e qualidade minimamente suficientes.

Existe inúmera patologias sejam do foro respiratório, gástrico, psíquicas  oncológico entre outras relacionadas com um mau sono

Ver Clinica ORL Anselmo Pinto.

I.

Fontes:

Rastreio a partir do seu site.

Subscreva a nossa newsletter

Coloque aqui a sua questão ou pedido de informação

Marque já a sua consulta